19-04
Aplicativo ajuda e encontrar pessoas para tomar uma cerveja ou um café
18 de abril de 2017
25-04
Codorna harmonizada com Bierland Belgian Blond Ale
24 de abril de 2017
Exibir Tudo

23 de abril é o dia da Lei da pureza alemã

21-04-2

Em 23 de Abril de 1516, o Duque Wilhelm IV (Guilherme IV) da Baviera, decretou a Reinheitsgebot, ou seja, a Lei de Pureza Alemã. Ainda em vigência em território alemão, ela determina que a cerveja deve conter apenas três ingredientes: malte, lúpulo e água. O fermento, que ainda era desconhecido na época, só foi incluído na legislação posteriormente.

A 1516, lançada pela Bierland no aniversário de 500 anos da lei, é a prova do nosso respeito à importância histórica da Reinheitsgebot para o mercado cervejeiro.

Considerada como uma das mais antigas regulamentações de defesa do consumidor, a Reinheitsgebot visava garantir aos compradores que a cerveja não teria nenhum outro aditivo ou componente estranho, pois era comum adicionarem fuligem ou cal na bebida naquela época.

No entanto, a intenção da lei não era apenas garantir a qualidade da cerveja e também controlar seu preço (porque limitava a criatividade dos produtores). Ela tinha também o objetivo de garantir que grãos mais valiosos e em falta naquele período, como o trigo e o centeio, deixassem de ser utilizados na fabricação do pão para serem utilizados na cerveja.

Curiosidade:

“Rein” significa limpo ou puro; “-heit” significa “-eza”; então “Reinheit” seria “limpeza” ou “pureza”; “Gebot” significa “Mandamento” ou “Lei”.

 

Fonte de pesquisa: Como fazer cerveja